Começámos em Maio 2009, recebemos 358 comentários aos 687 posts

Obrigada a todos os que de múltiplas formas contribuem para o esqueciaana Escrevam: esqueciaana@gmail.com




os 10 posts mais lidos (esta semana) seguidos dos posts mais recentes (26 Outubro 2016):

Apr 29, 2011

..."voz interna, anorexia e violência doméstica" (investigação)


Foi publicado recentemente este artigo cujo resumo transcrevemos abaixo:
“Aprisionadas numa relação envenenada: comparação das perspectivas de mulheres com anorexia nervosa e mulheres vítimas de violência doméstica” (artigo de investigação)


Trapped in a toxic relationship: comparing the views of women living with anorexia nervosa to those experiencing domestic violence , Journal of Gender Studies, Volume 20, Issue 1, 2011, Pages 31 -41. Authors: Stephanie Tierneya; John R. E. Foxbc [ show biographies ]
http://www.informaworld.com/smpp/content~db=all~content=a935703182
DOI: 10.1080/09589236.2011.542018

Resumo

"As pessoas que vivem com anorexia nervosa (AN), muitas dizem ouvir voz interior que domina o seu pensamento e comportamento, e as impede de progredir no sentido da recuperação. Tem sido realizada pouca investigação em relação a este aspecto. Foi realizado um estudo qualitativo para explorar as experiências de vida das pessoas com uma voz interior "anoréxica". Os dados foram recolhidos sob a forma de reflexões escritas por pessoas com anorexia. Foi efectuada uma análise qualitativa […] Poemas, cartas, reflexões e pensamentos foram recolhidos junto de 21 mulheres com anorexia nervosa AN. Um dos temas fundamentais que ressaltou desses dados foi uma relação de dependência envenenada com essa voz interior. Esta ideia foi explorada por analisar e comparar esses textos com pesquisas que investigam as perspectivas das mulheres vítimas de violência doméstica; a análise revelou existirem aspectos comuns nos dois grupos. Uma nova maneira de abordar o problema da anorexia é destacada no artigo, alguém que está doente com anorexia pode estar aprisionada num relacionamento de dependência. Estes resultados possuem implicações para a prática clínica e para futuras pesquisas. "

1 comment:

Lisa said...

Acho que percebo e concordo com o estudo =/