Começámos em Maio 2009, recebemos 358 comentários aos 687 posts

Obrigada a todos os que de múltiplas formas contribuem para o esqueciaana Escrevam: esqueciaana@gmail.com




os 10 posts mais lidos (esta semana) seguidos dos posts mais recentes (26 Outubro 2016):

Apr 2, 2011

..."É possivel vencer a anorexia, é possivel e é tao bom" (testemunho de I. )

Transcrevo um testemunho recebido por email de I. e que transcrevo com muito gosto. Cruzei-me com ela por acaso na blogosfera já há algum tempo e numa fase complicada. Voltei a ter notícias (e muito boas!) há dias. Leiam e comentem (os bolds são do esqueciaana). Espero que gostem tanto como eu. Há alguma chave ou segredo  para sair da anorexia? Qual é? Onde está? Na minha opinião a única certeza para a encontrar é termos consciência de que estamos doentes...depois é uma caminhada única e intransmissível. Mas uma caminhada que vale a pena!

"Claro que podes =) eu acho que lá diz tudo mas há uma coisa que eu adorava dizer e não tive oportunidade que as entrevistas são so de 3/5 minutos..a par com todo o apoio que tive do meu namorado especialmente que me fez questão de relenbrar centenas de vezes por dia o quanto me achava bonita, o quanto me achava inteligente, o quanto gostava de mim gorda magra obesa esquelética, o quanto não se importava de nada em mim..desde que eu fosse feliz..houve uma coisa que me ajudou muito: eu passei a ler uns blogs de umas raparigas Americanas com disturbios alimentares MAS ou em corrente recuperação ou já recuperadas. leio dezenas deles..são tão inspiradores..especialmente porque esta doença deixa tantas marcas e tem tantas armadilhas que às vezes quando dava por mim a "comer saudável só porque sim" me esquecia que a minha mente conseguia num abrir e fechar de olhos passar de comer saudável para deixar de comer simplesmente..porque quando começo já não consigo parar. Estes blogs são tão bons, tão bons, tão bons..são literalmente o meu "porto de abrigo" quando me sinto a recair porque vou lá, vejo tanta gente na mesma situação que eu que consegue, que luta, que enfrenta a doença que acabo de ler e me sinto cheia de confiança. É bom saber que não sou a única a passar por isto..e isso ajudou.me.

De resto, é mesmo passar uma mensagem de esperança a todas..eu batalhei-me diarimante durante cinco anos com a questão "eu já sou infeliz, se engordar só vou ficar mais infeliz"..e mal eu sabia o quanto eu estava errada..É possivel vencer a anorexia, é possivel e é tao bom.

Todas as pessoas que eu achava que olhavam para mim antes e me achavam gorda, e não se davam comigo porque eu era feia, ou eu era parva, ou eu era chata, hoje, veêm-me e contam-me o medo que tinham de se aproximar de mim "por terem medo que eu morresse". A minha vida mudou tanto..não há nada que me possa vencer enquanto eu não deixar.


A ana não existe, os males de que fogem estão em vocês. Os problemas existem sim. Para serem resolvidos de frente. Não para serem mortos à fome.
imagem flickr cc (aqui)




5 comments:

Raposita said...

quero mesmo pensar assim. a receita para nos sentirmos bonitas realmente não é passar fome. as pessoas tem de gostar de nos tal como somos, mas nós temos de em primeiro lugar de gostar de nós.
estes testumunhos são realmente inspiradores. obrigada por os postares e obrigada a todas que têm a coragem de os fazer.

Anonymous said...

imaginem contar moedas de um mealheiro.estamos a tentar tiralas e contalas tao rapido como podemos, mas alguem a zelar pelo futuro volta de novo a colocalas la dentro, a persistencia em querer conta-las é tanta que queremos menos e menos para contar,numa altura estamos com moedas de mais,passamos a ter tantas moedas como os outros e logo a persistencia nos leva a ter menos e menos, os outros tem diversao, mas a falta nos faz ficar tristes,depois so da pra perder mais moedas, ai alguem manda essa coisa dentro de vc pra fora, abre os olhos e ve que afinal nao tem mais moedas e nao esta a economisar, tem menos e ta a deita-las pro lixo,custa ate entender mas depois de bem entendido sera facil recuperar todas as suas moedas, obter suas poupansas e ter um montao de mealheiros a volta que fazem vc ter diversao tambem. Eu ja tive isso tambem e foi esse o jeito que eu arranjei pra explicar a todos oque sentia, gracas a minha mente infantil tao criticada hoje eu tou bem,meu peso ainda é baixo mas ja "razoavel",tenta arranjar sem pre uma historia pra vc ajuda medico entender tudo e é bem mais facil

A 19 year old dreamer from Portugal that can never sleep said...

Estou-te tão agradecida..eu e o J. Ele diz sempre "olha, eu se me pedirem conselhos sobre cm lidar com isso digo para irem ao esqueciaana. Fui lá que aprendi!" =)

ex ana said...

Muito obrigada pelos comentários.
A solução está sempre dentro de nós porque é LÁ que está também o problema, mas 'sair' 'esquecer' precisa de algo sem-ser-dentro (e há tantas tantas tantas coisas fora que nos podem ajudar! bas vê-las, buscá-las, encontrá-las)

Anonymous said...

Eu não consigo obter ajuda porque a minha médica de família não reconhece o problema. Como não tenho recursos para consultar um médico privado, não sei o que fazer.... Estou metida num sarilho e não sei como desfazer este nó.
Não sei por onde começar para resolver o problema porque o meu organismo já não tolera a comida, sinto-me mal quando como, como se o meu corpo se tivesse esquecido de como se processa a comida.
A minha anorexia é atípica porque nada tem a ver com obssessão com o peso ou imagem corporal, eu simplesmente me habituei a não comer por motivo de depressão. Por ser atípica, é difícil obter esse diagnóstico que me permita ter acesso a tratamento. Mas o facto é que eu deixei de comer e agora que quero voltar a comer o meu corpo não coopera comigo,tal como nos casos típicos de anorexia. A minha irmã está na mesma situação. Espero que consigamos superar, mas sozinhas não sei como.
Dava tudo para ter a minha saúde de volta e ver a minha irmã igualmente bem.